Advertisement
ALTERAR COR
  • Default color
  • Brown color
  • Green color
  • Blue color
  • Red color
ALTERAR LAYOUT
  • leftlayout
  • rightlayout
  • defaultlayout
TAMANHO DA FONTE
  • Aumentar Fonte
  • Tamanho de Fonte Padrão
  • Diminuir Fonte
Personalize essa página

Home seta Tutoriais seta Materiais seta Modelagem em biscuit
Modelagem em biscuit
Escrito por Juliana "Duo chan"   
09-Fev-2009

Agora que você já sabe fazer biscuit, algumas técnicas básicas vão ajudar a dominar o material.

   
     O material: Também chamado de porcelana fria, o biscuit é composto, principalmente, de cola de polivinilacrilato (ou cola branca) e amido de milho, podendo levar - ou não - pigmentos diversos. Pode ser moldado como massinha para modelar comum, com a vantagem de ficar rígido, resistente e manter a forma.
     Ele é chamado de porcelana fria justamente porque não precisa ser levado ao forno para endurecer. Esse processo acontece à temperatura ambiente, pela evaporação da água contida na massa, o que leva cerca de três a quatro horas para secagem superficial e um dia para secagem total. Peças pequenas secam em menos tempo, peças grandes demoram mais. A secagem demora menos em dias mais quentes e/ou mais secos.

      Os cuidados: O biscuit é atóxico (assumiremos que ninguém vai colocar isso na boca) e pode ser manuseado com as mãos nuas. A maior parte dos cuidados reside no tratamento a ser dado à peça modelada para que o acabamento fique bom.
      - Como a massa de biscuit encolhe, se a superfície da peça não estiver uniforme, podem surgir rachaduras. A uniformização pode ser feita passando as pontas dos dedos molhados sobre a peça logo antes da secagem.
     - Além de poder rachar, quando o biscuit seca, ele pode descolar da superfície onde foi fixado quando molhado, se ela for suficientemente lisa. Prefira fixá-lo no local utilizando cola branca antes ou depois da secagem.
     - A massa é feita de cola, certo? Então, enquanto seca, tem o péssimo hábito de grudar na superfície cuidadosamente (ou não) escolhida para abrigá-la durante a secagem superficial. Procure deixar sua peça secando na superfície mais lisa possível, de preferência folhas de acetato ou silicone. Se não puder, prefira mármore, granito, pias e outras superfícies que darão boas bancadas.
     - Evite tentar descolar a peça da superfície sobre a qual ela secava antes da secagem total, caso não tenha lido direito o aviso anterior e deixado em um lugar pouco propício. Caso seja hiperativo (tipo “preciso da peça para terminar o cosplay que vou usar amanhã”), NÃO PUXE! Use uma espátula ou faca para “raspar” a peça para fora da superfície.
     - O biscuit, depois que seca, costuma ficar mais escuro (com a cor mais intensa) do que quando estava “molhado”, então, caso não vá pintar a peça após a secagem, preste atenção a este detalhe antes de comprar/tingir a massa.
     - Manutenção: Sempre mantenha o biscuit embrulhado em filme plástico depois de aberto, para mantê-lo úmido. O contato com o ar o faz endurecer aos poucos, diminuindo o prazo de validade.
     - Por último: Como todo objeto envolvido com cosplay, mantenha-o longe do alcance de pessoas que não sabem do que se trata e que podem, inadvertidamente, estragar seu trabalho de alguma forma (botando a mão, jogando fora, etc.)


Como trabalhar:

     1º passo: Escolha suas referências com cuidado.
- A maioria das peças a serem modeladas com biscuit é tridimensional, então, procure o maior número de ângulos possível para a construção da peça.

      2º passo: Prepare o local de trabalho.
- Escolha um local liso e limpo, como uma mesa, uma placa de vidro ou uma parte de pia. Por mais limpo que o local pareça, passe um pano umedecido com limpador multiuso (tipo Veja) e água, porque a poeira costuma mudar a cor do biscuit. NÃO FORRE A SUPERFÍCIE DE TRABALHO COM PAPEL. Biscuit é feito de cola, logo, gruda no papel.
- Poeira muda a cor do biscuit, lembra? Então, lave as mãos!

      3º passo: Escolha o material.
- O biscuit vem em várias “cores e sabores”. A base de todos é o biscuit natural, que não leva corante nenhum e pode ser tingido sem nenhum problema. Atenção: ele não é branco. Quando seco, adquire um tom meio acinzentado e translúcido. Para adquirir uma coloração branca depois de seco, precisa receber pigmento branco.
- Os melhores materiais são aqueles que têm cara de caseiros, na forma de uma bisnaguinha (parece aquele pãozinho mesmo), embrulhada em filme plástico e fechada no saquinho, porque são mais maleáveis e fáceis de trabalhar. Os biscuits que são vendidos como um quadrado são MUITO, MUITO duros e secam rapidamente.
- Prefere fazer seu próprio biscuit? Aqui tem uma receita!
      4º passo: Ferramentas.
- Para modelar o biscuit, utiliza-se o mesmo tipo de ferramentas que se usa para modelar argila, chamadas de estecas. Têm a forma de pequenos bastões com pontas de diversos formatos (afilada, faca, ondulada, etc.). Na falta delas, podem ser usados objetos como palitos de dente ou de churrasco.
- Caso precise estender a massa, prefira usar os dedos. O biscuit tende a grudar no rolo de massa.

      5º passo: Modelagem.
- A primeira parte da modelagem é desconstruir a peça que deseja modelar, de modo que possa ser feita de formas básicas.
EXEMPLO: a peça a ser feita é a pedra do broche do Dios (Shoujo Kakumei Utena). A pedra tem um formato diferente, como uma pirâmide de 5 lados que foi cortada. Logo, as formas básicas são o pentágono da base e um tijolo para determinar a altura e a face superior retangular.
formas básicas para começar!
- A segunda parte é preencher as formas básicas de modo que se chegue a uma outra forma não tão básica assim ou até mesmo à forma final da peça.
EXEMPLO: Depois de feitas as formas básicas, pequenas porções de biscuit foram usadas para preencher o espaço entre o pentágono e o tijolo.
preenchendo os espaços

      6º passo: Acabamento.
- Certifique-se de que a peça se parece com o desejado e ajuste pequenos detalhes, caso necessário. Ao final, passe os dedos molhados por ela, para que seque uniformemente.
peça finalizada. Só falta secar!

      7º passo: Secagem.
- Lembra dos cuidados com a secagem? Hora de colocá-los em prática. Depois de 12 a 24 horas, sua peça estará totalmente seca e pronta para uso.


     Pintura: O biscuit pode ser pintado, sempre depois de seco. Aceita bem as tintas acrílica, a óleo e para tecido, mas, de longe, a última é a melhor opção (mais barata, mais fácil de manusear, odor menos incômodo, dilui em água, seca rapidamente. Só não deixe cair na roupa! E se deixar, lave naquele exato instante).
      É só pintar com um pincel ou outra ferramenta de seu agrado sobre a superfície do biscuit e deixar secar.
      Além da pintura comum, pode-se aplicar tinta dimensional (também chamada de tinta relevo ou cola colorida), verniz geral, tinta esmalte em spray.

Atualizado em ( 05-Mar-2009 )
 
Próximo >

Menu